JOÃO CACHULO

Nasceu em Lisboa em 1984. Iniciou a sua carreira no teatro em 2001 nos Artistas Unidos como assistente de cenografia. Durante o seu percurso como responsável técnico, desenhador de luz ou direcção técnica trabalhou com: Teatro Maria Matos; O Bando; Artistas Unidos; Vo’Arte; Museu do Oriente; Mundo Perfeito; Máquina Agradável; Produções Independentes; Teatro do Vestido; Ainhoa Vidal; Fábrica das Artes; Festival de Almada; Gulbenkian; AvanteTeatro; Gambozinos e Peobardos; Companhia CIA João Garcia Miguel; Fullsix; TIL; TNDMII; SLTM. Já fez os desenhos de luz dos espectáculos: “Morcegos”, “Cabeça de Pregos sem Cabeça”, “A Linha da Viagem”, “Os Vivos”, “A Caça”, “Em Brasa”, “Jerusalém”, “A Saga”, “Afonso Henriques”, “Nós Matámos o Cão Tinhoso!”, “Crucificado”, “D. Quixote”, “A Noite”, “Pino do Verão”, “Os Vivos”, “Rua de Dentro”, “Pedro e Inês”, “Ainda não é o fim”, “Olhos de Gigante”, “Jangada de Pedra”, “Equívoco” e “Yerma”, “A Casinha de Chocolate”, “As Casas”, “Made in Eden”, “Lixo”, “Irene”, “LAN em FUGA”, “Fronteira”, “A Menina dos Meus Olhos”, “O Nada”, “Fragas”, “Edge”, “Alcovas Brancas”, “Fragile”, “Morreste-me”, “Fala-me também do Fado”, “Até comprava o teu amor”, “Quarentena”, “Raízes da Curiosidade”, “Pedro Joia a solo”, “Uma viagem à terra”, “Museu vivo”, “Portugal meu remorso”, “Voz à letra”, “Carta de uma desconhecida”, Rosa cão”, “Uma luz na terra”, “Morreram felizes para sempre”, “E então, Pinocchio sou eu?”, “O circo mágico Elias”, “Dos Bichos”, “Espólios”, “Asas de papel”, Das Nuvens”, “Almenara”, “O caso da partitura”, “Rosto, clareira e desmaio”, “Inferno”, “Adoecer”, “O soldadinho de chumbo”. Desde 2012 cria conteúdos de vídeo e aplica o vídeo mapping em espectáculos como: “Morreste-me”, “EDGE”, “Carta de uma desconhecida”, “Fala-me também do fado”, “Raízes da curiosidade”, “Pedro Joia”, “Portugal meu remorso”, “Voz à letra”, “Uma luz na terra”, “Asas de papel”, “Almenara”, “Rosto, clareira e desmaio”, “Inferno”.

Em 2017 fundou a empresa Contrapeso, empresa de gestão, produção e criação das artes do espectáculo.

Com OS POSSESSOS