GUILHERME MOURA

Com o curso de teatro da Escola Profissional de Teatro de Cascais terminado, frequenta o 2.º ano do curso de teatro da Escola Superior de Teatro e Cinema. Participou em diferentes propostas artísticas com direcção de John Romão: no espectáculo O Arco da Histeria (2010), na leitura radiofónica de Anjinhos de Rodrigo García (2011), no espectáculo Teorema (2014) e no espectáculo Pocilga (2015). Tendo também trabalhado em algumas encenações de Carlos Avilez. Em cinema trabalhou com Tomás Paula Marques, em Sem Armas (2015), com Jorge Cramez, em Amor Amor (2016).

Com OS POSSESSOS