Catarina Rôlo Salgueiro

 

Nasceu em Lisboa em 1991. Diplomada em Teatro - Ramo Actores, pela ESTC. Co-criadora do colectivo artístico Os Possessos. Como actriz, trabalhou com o Teatro da Terra - 150 Milhões de Escravos, encenado por Maria João Luís (2018); Maria Duarte, com o espectáculo Gertrude – O Grito, de Howard Barker; Teatro do Eléctrico – Menos Emergências, de Martin Crimp, e A Freguesia (Praça do Mar, Quarteira, 2017), encenados por Ricardo Neves-Neves; UmColectivo; Teatro Tapafuros, Byfurcação, Teatro Bocage e Teatro de Carnide. Destaca ainda os espectáculos da sua companhia: II - A Mentira, de João Pedro Mamede, a partir de Agota Kristof e Marcha Invencível, autoria e encenação de João Pedro Mamede. Fez assistência de encenação nos espectáculos A Noite da Dona Luciana, de Copi (encenação de Ricardo Neves-Neves, no Teatro da Politécnica, 2016), Encontrar o Sol, de Edward Albee (encenação de Ricardo Neves-Neves, no Teatro São Luiz, 2017) e Sopro, texto e encenação de Tiago Rodrigues, com estreia no Festival D'Avignon em Julho de 2017. Em televisão, fez parte do elenco da peça televisiva A Preceptora, de Ricardo Neves-Neves, para o programa "A Peça Que Faltava" (RTP2, 2017), e participou na série televisiva Três Mulheres, realização de Fernando Vendrell (RTP1). Em cinema, fez parte do elenco da longa metragem Verão Danado (de Pedro Cabeleira, 2017). 

Com OS POSSESSOS